Roteiros

Que tal viajar pelas cidades brasileiras produtoras de chocolate?

Quem não gosta de chocolate bom sujeito não é! Se essa informação está certa nós não sabemos, mas que o chocolate deixa as pessoas mais felizes, ah, isso deixa! E é por isso que unir duas coisas que satisfazem a alma podem fazer, das férias da sua família, as mais divertidas: Viajar e comer chocolate. E pensando nisso, separamos alguns destinos com fábricas de chocolate industrial e artesanal para você conhecer, se deliciar e ainda aproveitar as férias.

As dicas são da Agência de Notícias do Turismo, vem ver:

GOL abre novas vagas para comissários de voo


Combu (PA) – É uma ilha localizada nos arredores de Belém e é famosa por vender chocolates 100% artesanais, o cacau é plantado no terreno dos produtores. O doce é a segunda maior fonte de renda das famílias, perdendo apenas para o açaí.

Ilhéus (BA) – Considerada capital do cacau e destino para quem quer conhecer todo o processo produtivo do chocolate. Lá, o turista pode visitar fazendas do fruto e conhecer a primeira fábrica de chocolate artesanal do Nordeste.

Vila Velha (ES) – A fábrica de chocolates da Garoto está localizada em Vila Velha. As visitas são chamadas de Chocotours e incluem passeio pela fábrica e pelo museu do chocolate.

Campos do Jordão e Caçapava (SP) – O turismo do chocolate colocou Campos do Jordão na rota das cidades mais famosas para destinos doces. Em Caçapava está a fábrica de chocolates Nestlé com portas abertas para visitação.

Gramado e Canela (RS) – As cidades são a cara do chocolate brasileiro e repletas de mini-fábricas, lojas e expositores. Gramado é tão chocólatra que tem até um Mundo de Chocolate, único parque temático da América Latina peças produzidas inteiramente de chocolate e que mais parecem esculturas. A Torre Eiffel de chocolate, por exemplo, mede 4 metros de altura, pesa 800 quilos e demorou mais de 100 horas para ser produzida manualmente.

FESTA DO CHOCOLATE – Atenção, chocólatras! O Festival Internacional do Chocolate e Cacau acontece em Ilhéus, Belém e São Paulo. Durante o festival, são promovidos cursos, palestras, shows, atividades culturais, ateliês, turismo em fazendas e uma grande feira com exposição de derivados de cacau.

Já escolheu seu destino? Ficou difícil né?! rs

Compartilhe!